Gastrite – O que é, como age e remédios para tratar

gastrite umGastrite é a inflamação, erosão ou infecção do revestimento do estômago. Essa inflamação pode durar poucos tempo, ocorrendo a gastrite aguda ou então meses e até mesmo anos na gastrite crônica.

Os sintomas dessa doença não são muito específicos. As queixas mais frequentes são de dor ou desconforto no abdômen superior.

A cura pode ser alcançada quando o diagnóstico é dado no início da doença e quando o tratamento prescrito pelo médico é feito corretamente, sem pausas ou aumento nas dosagens.

Procure um especialista!
Se não for tratada, o quadro do paciente pode piorar muito  como levando ao aparecimento de uma úlcera.

A crise de gastrite é tão forte que pode causar incapacidade física na pessoa. Começa com uma sensação leve de queimação no estômago, transformando em azia e numa sequência de dor intensa que impede a pessoa até mesmo de se manter em pé.

O que é?

O estômago é um dos órgãos do sistema digestivo e responsável por receber tudo que ingerimos. Nele há presentes células que produzem ácido clorídrico e, revestindo o órgão temos uma mucosa, que protege o estômago da ação desse ácido.

gastrite dois

A gastrite consiste justamente na inflamação da mucosa, que causa muito desconforto na pessoa afetada.

Tipos de gastrite

Os principais tipos de gastrite são: gastrite aguda, crônica e nervosa. Todas podem ser curadas quando recebem um tratamento correto, principalmente se for descoberta logo de inicio.

  • Aguda: 

Os sintomas geralmente descritos para essa doença é a dor de estômago, mais precisamente na boca do estômago, associados a outros tipos de  sintomas clássicos da gastrite.

Desde queixas de dor praticamente insuportáveis ate mesmo sangramentos internos podem ser relatados por pacientes acometidos por este tipo da doença.


  • Crônica:

gastrite tresEste tipo da doença pode ser diagnosticada através de um exame chamado endoscopia, realizado com anestesia, para visualizar o estado em que o estômago se encontra.

A bactéria que causa a gastrite crônica chama-se Helicobacter pylori, que se instala nos ambientes ácidos destruindo a mucosa que protege o estômago da doença.

A descoberta desse tipo da doença é muito difícil, pois ela esta associada ao contato da mucosa com elementos irritantes e infecções bacterianas virais, sendo difícil de descobrir no começo pela falta de sintomas que ela causa.

Apenas por meio de uma crise com dores intensas, que pode acontecer meses depois, é que é feito o pedido do exame pelo médico para a possível gastrite.


  • Nervosa:

Pode surgir em situações de medo, ansiedade e irritabilidade, com sintomas muito parecidos com o da gastrite aguda (a mais clássica) como azia, vômito e sensação de estômago cheio.

Causas

A causa mais provável da doença é a infecção causada pela bactéria Helicobacter pylori que causa a fraqueza da barreira mucosa que protege a parede estomacal causando danos ao tecido que reveste o órgão permitido pelos sulcos digestivos produzidos pelo estômago.

gastrite quatro

Algumas outras causas também importantes para o surgimento da doença
são:

  • Abuso do fumo e de bebidas alcoólicas;
  • Café que piora as crises de gastrite de nervosa (evite ingerir esta bebida no período de tratamento da doença);
  • Antiácidos e sal de fruta (Eno, por exemplo);
  • Estresse;
  • Acúmulo de atividades;.
  • Uso de medicações muito irritativas como o Ibuprofeno, Naproxeno ou aspirina, anti- inflamatórios. Diminuir o uso desses medicamentos durante a gastrite ajuda na melhora dos sintomas.

Outros tipos de bactérias também podem causar o aparecimento da doença. Outra causa também muito estudada pelos especialistas é o refluxo da bile para dentro do estômago.

Sintomas

Os principais sintomas são:

  • Queimação;
  • Azia;
  • ndigestão;
  • Náusea;
  • Vômito;
  • Dor abdominal;
  • Perda de apetite;
  • Arroto;
  • Fraqueza;
  • Gases;
  • Refluxo;
  • Emagrecimento;
  • Fezes escura;
  • Vômito de sangue ou material parecido com borra de café.

Fatores de risco

Há alguns fatores que podem propiciar o aparecimento da doença como:

  • Uso de drogas como a cocaína, que pode desenvolver a gastrite;
  • Pessoas infectadas pelo HIV, causador da AIDS, estão mais sujeitas as ações das bactérias por terem falha no sistema imunológico.
  • Pessoas diagnosticadas com doença de Crohn e doenças provocadas por parasitas também estão mais sujeitos.
  • Quanto mais velha a pessoa for, mais chances de serem infectados por bactérias e vírus e o revestimento do estômago fica mais flácido, causando danos a parede estomacal.

Diagnóstico

Alguns exames são solicitados pelo médico como o que detecta a presença da bactéria causadora da doença, como exames de sangue e exame do hálito, raio-X do trato digestório e a endoscopia (principal exame para o diagnóstico da doença).

Tratamento

Importante!
Os medicamentos utilizados são os antibióticos, antiácidos, inibidores de bombas de prótons e antagonistas H2.

Os principais são: Omeprazol, Pantoprazol, Amoxilina, Esomeprazol magnésio e Digestil.

Prevenção

A prevenção da doença se dá evitando aquilo que causa, como o uso de drogas, de álcool e da nicotina, por exemplo.

Leave a Reply