4 Dicas certeiras para prevenir varizes

Quer saber o que fazer para prevenir varizes? Então, continue lendo o artigo com 4 dicas bem legais!

Geralmente, as varizes surgem por condição genética (quando se tem casos na família) ou por sedentarismo, sobrepeso, alterações hormonais, gravidez, tabagismo, entre outros.

O fato é que independente da causa, os sintomas acabam se agravando no verão, não é por acaso que cremes para combater as varizes como o Varigold viram sucesso de vendas quando o verão está próximo, afinal ninguém quer ir pra praia com as pernas feias..

Mas, é preciso ter em mente que existem alguns fatores, hábitos simples do dia a dia, que podem contribuir, e muito, para o agravamento do quadro, desde ficar muito tempo sentado até ficar muito tempo de pé…

Nesse sentido, quem tem histórico do problema na família, é fundamental começar a se prevenir desde cedo, evitando, ou adiando ao máximo, o surgimento de varizes e vasinhos, ficando alerta para os maus hábitos.

Ainda tem dúvidas sobre que hábitos começar a mudar? Então, confira abaixo 4 deles para começar a incluir em seu dia a dia e, assim, manter as varizes bem longe.

Invista em uma boa alimentação

Não é de hoje que a ciência já comprovou que os hábitos alimentares de uma pessoa podem ser benéficos ou prejudicar a circulação e, consequentemente, as varizes.

É preciso ter em mente que alimentos ricos em sal, açúcar e gordura causam inflamações e aumento de peso, enfraquecendo a parede dos vasos.

Enquanto alimentos saudáveis, principalmente os abundantes em vitamina C, fibras e ômega 3 podem ser verdadeiros aliados, agindo para “limpar o sangue” e melhorar a circulação.

Por isso, é fundamental investir nos alimentos certos, cuidando sempre do peso, principalmente, do percentual de gordura abdominal, já que isso dificulta a passagem do sangue das pernas de volta para o coração.

Mexa-se

Quem ainda não tem o hábito de se exercitar regularmente, está na hora de começar, principalmente, quem tem predisposição a desenvolver varizes deve evitar ficar parado por muito tempo numa mesma posição, tanto em pé como sentado.

A dica é além de investir em exercícios que estimulam a circulação, como caminhar, subir e descer escadas, nadar etc., procurar movimentar as pernas a cada duas horas, evitando sobrecarregar demais as veias. E vale caminhar por dois minutos ou, até mesmo, fazer um simples exercício de panturrilha (levantar-se nas pontas do pés).

Escolha os calçados certos

Se escolher algum sapato que dificulte sua pisada, ou alto demais, apertado, estreito…pode acabar prejudicando a circulação nas pernas e se isso virar um hábito, vai facilitar o acúmulo de sangue nas pernas e o surgimento de varizes.

Por isso, é preciso ficar atento a numeração, escolher com calma, levando em consideração o conforto. E se mesmo assim, ao fim do dia, continuar com a sensação de cansaço, vale considerar o uso de meias de compressão, que podem ajudar a aliviar o desconforto. Por comprimirem a canela, elas ajudam a diminuir a gravidade para os vasos sanguíneos, facilitando o bombeamento do sangue. Mas, atenção, é preciso consultar um médico antes de adotar meias de compressão, para saber qual é a ideal para o seu caso, do contrário, poderá agravar ainda mais o problema.

Beba muito líquido

Outra dica que parece óbvia, mas que muita gente não segue e que é muito importante, é beber muito líquido para reduzir os inchaços nas pernas. Acredite, se manter sempre hidratado irá ajudar no retorno venoso, diminuindo o cansaço e a sensação de peso dos membros.

Vale lembrar que, muito mais do que uma preocupação estética, as varizes, se não tratadas corretamente, podem aumentar e até progredir, dessa forma, aumentando as chances de adquirir doenças circulatórias mais graves, como trombose, insuficiência venosa profunda, embolia pulmonar, etc.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>