Dieta brasileira para perder 5kg em 2 semanas

A dieta brasileira foi concebida a partir das recomendações nutricionais do Ministério da Saúde do Brasil, divulgadas em 2014.

O ministério pretendia fazer frente ao aumento do risco de doenças cardiovasculares que foi registrado nos grandes centros urbanos, devido às mudanças em curso na alimentação brasileira. Na verdade, houve um aumento no consumo de alimentos processados, ricos em gorduras saturadas, gorduras hidrogenadas, sal e açúcares. Esse aumento ocorreu na década de 1980, e se confirmou nacionalmente na década de 2000. Ao mesmo tempo, o consumo de frutas e hortaliças in natura diminuiu.

A atividade de prevenção ocorreu com políticas regulatórias adequadas e a promoção do uso de alimentos in natura, ricos em antioxidantes e micronutrientes, ou mal processados.

A dieta brasileira capta essas indicações ministeriais, inserindo um uso regular de frutas e verduras, mas, na verdade, é uma dieta muito rígida, estritamente hipocalórica, indicada para quem quer perder muitos quilos em pouco tempo.

Sempre será aconselhável a orientação de um nutricionista ou médico de família para avaliar os riscos desta dieta no que diz respeito à sua condição física.

Quantos quilos posso perder com a dieta brasileira?

A dieta brasileira faz você perder 5 quilos de peso em duas semanas, você pode seguir por quatro semanas, não é aconselhável continuar por mais tempo, e se você fizer o uso do emagrecedor nuratrin junto com ela, seus resultados serão muito mais eficaz.

Se seguido de forma consistente por quatro semanas, pode fazer com que você perca até 12 kg de massa gorda.

Pode ser aplicado por duas semanas consecutivas, suspenso por uma semana e retomado nas duas semanas seguintes.

Como funciona a dieta do brasileiro?

5 refeições, três refeições principais e dois lanches devem ser consumidos diariamente, em intervalos regulares durante um máximo de 12 horas.

O segundo lanche é depois do jantar, então você não precisa comer mais nada.

A dieta inclui uma baixa ingestão de carboidratos complexos, como pão e macarrão, um consumo moderado de proteínas, um uso regular de vegetais e frutas frescas.

Gorduras, açúcares, sal e álcool são proibidos.

Para dar sabor aos alimentos, são permitidos temperos, ervas aromáticas, suco de limão e vinagre. Quantidades são medidas.

É necessário beber pelo menos dois litros de água por dia, mesmo na forma de chás de ervas sem açúcar.

Durante a semana de folga, deve-se ter cautela para não frustrar esforços anteriores. É preciso seguir uma dieta livre, mas moderada, evitar açúcares onde quer que estejam, consumir apenas pequenas porções de pão, massa, evitar frituras e usar pouca gordura.

Para aumentar a motivação e não desistir durante a viagem, tire medidas de circunferência da cintura, pélvis, coxas e verifique nos dias seguintes, tire também fotos para ver o andamento no itinere.

Refeição semanal típica da Dieta Brasileira

Dia 1

  • Café da manhã: 1 ovo cozido, 1 copo de suco de maçã.
  • Meio da manhã: 1 fatia de pão integral, 1 copo de suco de maçã.
  • Almoço: 100 gramas de carne cozida, 2 batatas cozidas, 4 folhas de alface.
  • Jantar: 200 gramas de peixe cozido, 1 ovo cozido, alface e ervilha cozida.
  • Antes de dormir: 1 copo de suco de maçã, 1 fatia de pão integral.

Dia 2

  • Café da manhã: 1 laranja, 1 banana e 1 copo de suco de laranja.
  • Meio da manhã: 1 fatia de pão integral, 1 suco de laranja.
  • Almoço: 100 gramas de peixe cozido, 100 gramas de salada.
  • Jantar: 100 gramas de peixe cozido, 100 gramas de vegetais frescos.
  • Antes de dormir: 1 copo de suco de laranja, 1 fatia de pão integral.

Dia 3

  • Café da manhã: 1 copo de leite desnatado, 1 fatia de pão integral.
  • Meio da manhã: 100 gramas de queijo magro.
  • Almoço: 100 gramas de arroz cozido, 150 gramas de repolho temperado com suco de limão.
  • Jantar: 100 gramas de carne cozida, 1 maçã, 4 folhas de alface.
  • Antes de dormir: 1 copo de suco de maçã, 1 fatia de pão integral.

Dia 4

  • Café da manhã: 1 copo de suco de abacaxi, 60 gramas de abacaxi.
  • Meio da manhã: 1 copo de suco de abacaxi, 1 fatia de pão integral.
  • Almoço: 100 gramas de carne cozida, 100 gramas de queijo magro, 1 laranja.
  • Jantar: 2 batatas cozidas, 150 gramas de cenoura.
  • Antes de dormir: 1 copo de suco de abacaxi, 1 fatia de pão integral.

Dia 5

  • Café da manhã: 1 copo de suco de maçã, 1 fatia de pão integral.
  • Meio da manhã: 1 maçã, 1 laranja.
  • Almoço: 150 gramas de peixe cozido, 2 cenouras cozidas.
  • Jantar: 1 prato de sopa de legumes sem batata nem leguminosas, 1 fatia de pão integral.
  • Antes de dormir: 1 copo de suco de laranja, 1 fatia de pão integral.

Dia 6

  • Café da manhã: 1 copo de suco de maçã, 1 fatia de pão integral.
  • Meio da manhã: 150 gramas de beterraba fervida.
  • Almoço: 1 prato de sopa de legumes sem batata ou leguminosa, 1 fatia de pão integral.
  • Jantar: 100 gramas de cogumelos, 100 gramas de vegetais frescos.
  • Antes de dormir: 1 copo de suco de maçã, 1 fatia de pão integral.

Dia 7

  • Café da manhã: 1 banana, 1 punhado de uvas.
  • Meio da manhã: 1 copo de suco de cenoura, 1 pedaço de pão integral.
  • Almoço: 100 gramas de carne cozida, 100 gramas de salada de repolho e cebola.
  • Jantar: 1 sopa de vegetais sem batata ou leguminosa, 100 gramas de fruta à sua escolha, 4 folhas de alface.
  • Antes de dormir: 1 copo de suco de maçã, 2 figos secos.

Como acelerar a perda de peso?

A perda de peso alcançada com a dieta brasileira pode ser significativamente acelerada usando extratos de piperina e cúrcuma em sinergia.

Neste artigo, relatamos o melhor suplemento do mercado com extratos de piperina e cúrcuma para perda de peso rápida.

O suplemento é produzido na Itália usando apenas extratos naturais.

Benefícios da Dieta Brasileira

Prevê apenas o consumo de produtos frescos, crus ou cozinhados de forma saudável, ao vapor ou grelhados.

O plano de refeições fornece instruções claras e fáceis de seguir. A adesão estrita à dieta garante uma perda de peso perceptível.

É importante sublinhar que esta alimentação não é sustentável por muito tempo: deve ser considerada como uma arma para perder peso em pouco tempo e depois voltar a uma alimentação correta e equilibrada.

Contras da dieta brasileira

Os limites impostos na seleção dos alimentos permitidos pela dieta podem parecer excessivos; a exclusão total de óleos e gorduras não é saudável se continuada por longos períodos, por isso é importante usar esta dieta para perder peso rapidamente e depois voltar a uma dieta mais equilibrada.

É verdade que as gorduras são mais energéticas do que os carboidratos e proteínas, porque desenvolvem cerca de 9 quilocalorias por grama contra as 4 kcal por grama de carboidratos e 4,35 kcal por grama de proteínas, mas as gorduras desempenham funções importantes, por isso elas vão então reintroduzido.

Mais uma vez, destacamos a importância de entrar em contato com o seu médico ou nutricionista especializado para uma abordagem mais saudável e moderada do planejamento alimentar.

Quais os melhores exercícios para combater a celulite?

Elas podem ser o motivo de pânico para algumas mulheres, que se recusam, até mesmo, a pronunciar seu nome: CELULITE!

Pois bem, embora a celulite, realmente, seja uma das maiores inimigas femininas, a verdade é que quase toda mulher tem, em menor ou maior grau, mas tem. O perigo é ela se multiplicar e se estabelecer.

O fato é que a celulite é o terror de todas as mulheres, mas a boa notícia é que é possível vencer essa batalha.

Pois bem, pensando em você que quer se livrar desse pesadelo, preparamos aqui algumas dicas de exercícios que podem ajudar, e muito, a combater, e até a eliminar, de vez, a inimiga celulite.

Então, o grande segredo para eliminar aqueles buraquinhos no bumbum e nas coxas é combinar exercícios de queima de gordura com os de força, ou seja, atividades aeróbicas com funcionais. E sabe o que é melhor? É possível fazer grande parte deles em casa mesmo.

Se interessou? Então, papel e caneta na mão, anote quais são.

1 – Caminhadas

Muito subestimada por muitos, a caminhada é aquele exercício simples, mas que se bem feito pode trazer ótimos resultados. E o que é melhor, ela pode ser feita em qualquer lugar. Então, basta se alongar, depois caminhar por, pelo menos, 30 minutos. A caminhada estimula a circulação, melhorando o aspecto da celulite.

2 – Corrida

Se cansou de caminhar? Está preparada para mais adrenalina? Então, a dica é substituí-la pela corrida, que além de gastar muito mais calorias, fazendo com que emagreça mais rapidamente, ainda é ótima para a circulação sanguínea e o corpo todo, de uma forma geral.

3 – Agachamento

Não poderia faltar nessa simples, apesar de simples, ele é muito eficaz, além de um exercício prático, que pode ser realizado em qualquer lugar. É só flexionar os joelhos, em um ângulo de, mais ou menos 90º, levar o bumbum para trás, fazendo um movimento de sentar numa cadeira.

Faça 3 séries de 15 repetições todo os dias, e o Cellugold Funciona muito bem juntamente com agachamento, usando ele junto com agachamento seus resultados pode ser muito mais intensos.

4 – Ponte

Para fazer esse exercício, se deite com os joelhos inclinados, e as mãos apoiadas no chão, e deixe os braços completamente estendidos. Eleve o quadril e contraia o bumbum. Faça 15 vezes em 3 séries.

5 – Bicicleta

Outro exercício aeróbico completo, que ajuda muito a emagrecer, é andar de bicicleta, seja na rua ou na ergométrica. E mais, as bicicletas trabalham a parte inferior do corpo, que são as mais afetadas pela celulite. Ou seja, a bicicleta trabalha toda a região, tonificando-a.

6 – Natação

A natacão, assim como, qualquer exercício na água, pode atuar na retenção de líquido, desinchando o corpo e auxiliando no tratamento da celulite. E não é só isso, a natação, ou hidromassagem, também são ótimas opções para quem quer perder peso e queimar gordura.

E é isso, e para melhores resultados ainda, a dica é procurar combinar os exercícios propostos com uma alimentação saudável, diminuindo o consumo de doces, gordura e refrigerantes.

Dicas para ter cabelos longos perfeitos

Que mulher já não sonhou em ter cabelos super longos? Pois é, muitas ainda desejam, até porque cabelos longos estão em alta e nunca chegam a sair de moda.

Porém, não basta ter cabelão, tem que cuidar! Até porque, cabelos longos precisam de atenção especial.

Quer saber como cuidar dos cabelos longos, e poder exibir fios sedosos e bem tratados? Então, confira abaixo nossas dicas!

1. Previna a quebra!

Cabelos quebradiços são resultado de fios fracos. É fundamental manter os cabelos fortes para que não acabem quebrando. Portanto, para prevenir fios quebradiços, invista em produtos para fortalecer os cabelos, que podem ser encontrados facilmente no mercado, mas se você quer resultados para valer Gummy Hair funciona divinamente bem e com certeza é a melhor opção para ter resultados rápidos.

2. Apare as pontas periodicamente

Embora não seja nada fácil cortar as pontas enquanto os fios ainda estão crescendo, para eliminar as partes mais ressecadas, é preciso é preciso aparar as pontas periodicamente, justamente, para garantir cabelos mais bonitos e hidratados.

3. Capriche na hidratação

Não relaxe na hidratação, pois ela é fundamental na hora de tratar os cabelos, e deixá-los bonitos e saudáveis. Uma boa hidratação irá garantir fios macios, brilhosos e ainda evitar que surjam as famosas pontas duplas. A dica é investir em uma boa hidratação uma vez por semana, principalmente, quem tem cabelos secos.

4. Pegue leve com ferramentas de calor

Não é novidade alguma que ferramentas de calor, como secador, chapinha e babyliss, ressecam o cabelo. Por isso, evite fazer uso dessas ferramentas, principalmente, diariamente. Caso precise usar o secador ou a chapinha, não deixe de aplicar um protetor térmico.

5. Evite lavar o cabelo todos os dias

Nada pior que o cabelo com cara de sujo, não é mesmo? Lavar os cabelos garantem que fiquem cheirosos, bonitos, mais soltos. Mas, a dica é evitar lavar os fios todos os dias, já que a lavagem em excesso pode deixá-los ressecados, pois estará retira o óleo natural do couro cabeludo. Por isso, a dica é evitar lavar os cabelos diariamente, fazendo um intervalo entre as lavagens.

6. Não prenda o cabelo antes de secar

Muitas vezes os cabelos até parecem estar secos, mas ainda estão úmidos. E não tem pecado maior para os fios do que prende-los enquanto ainda não estão completamente secos. Por isso, para evitar que os fios fiquem frágeis e quebradiços, espere que sequem completamente antes  de prendê-los ou fazer penteados.

7. Muito cuidado ao desembaraçar

Embora qualquer cabelo mereça cuidado na hora de pentear, com cabelos muito longos, esse cuidado, precisa ser redobrado. Vale saber que fios longos são mais propícios a criarem nós. Por isso, a dica é começar a desembaraçar de baixo para cima, de preferência, usando um pente largo e, se for preciso, use um creme para pentear, que pode ajudar em alguns casos.

Principais causas da celulite ( Saiba os Detalhes )

Verão batendo à porta… já está em busca de formas de acabar com a celulite? Então, seja bem-vinda, veio ao lugar certo. Confira aqui as principais causas e como se prevenir ou combater a celulite!

Com certeza, uma das piores inimigas de toda mulher é a… celulite! Ela é capaz de acabar com a autoestima de qualquer mulher. Por isso, quanto mais chegamos perto do verão as academias vão ficando cheias e as clínicas estéticas abarrotadas de mulheres querendo formas de combater essa inimiga número 1.

Então, para melhor combater uma inimiga é preciso, antes, conheça-la muito bem ele, não é mesmo? Para te ajudar a entender as causas e como tratar a celulite, preparamos esse artigo para você, confira.

Afinal, o que é celulite?

fat female buttocks with cellulite and stretch marks

A celulite, cientificamente conhecida como Lipodistrofia Ginóide (LDG),  é causada pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células, que provoca a inflamação do tecido celular.

A celulite é caracterizada pelo aspecto “ondulado” da pele em áreas como nádegas, coxas e até braços.

Muitos são os fatores que podem causar a celulite, desde a genética, problemas hormonais, distribuição de gordura e peso, alterações circulatórias, o sexo, etnia, biotipo, flacidez cutânea, sedentarismo, má alimentação e até mesmo o stress, podem causar a celulite.

Vale saber que a celulite pode ter vários graus, indo do 1 ao 4, e dependendo do grau, ela pode ser completamente reversível. E, embora super temida, de uma forma geral, hoje a estética está bem avançada, por isso, mesmo nos casos mais sérios, o aspecto da celulite sempre pode melhorar após alguns procedimentos e se usados os produtos corretos.

Como prevenir o surgimento da celulite?

Ainda a melhor forma de prevenir a celulite é através dos bons hábitos, ou seja, investindo em uma alimentação rica em proteínas e fibras, ingerindo bastante água, evitando o tabagismo, exercitando-se, mantendo o peso ideal, usando cremes que melhoram a circulação, a drenagem de líquidos e a flacidez.

Excesso de exercício físico pode agravar a celulite?

Infelizmente, em alguns casos sim. E isso porque a hipertrofia muscular comprime a gordura em direção à pele, e assim, acaba evidenciando ainda mais os nódulos de gordura , a celulite.

Por isso, emagrecer ajuda muito a atenuar a celulite, além disso, também é aconselhável aplicar cremes anticelulite para aumentar a firmeza da pele e melhorar a drenagem superficial de líquidos.

Dicas para atenuar a celulite

Com o verão chegando, claro que todo mundo quer uma ajudinha a mais para combater a celulite, não é mesmo?

A primeira dica, então, é não se descuidar, o tratamento da celulite deve ser feito de forma contínua, até porque ela também é contínua e progressiva, no site Amaka Paris você irá encontrar vários cremes e produtos específicos para combater a celulite.

Quem quer afastar a celulite precisa investir em cuidados, desde os citados acima até em alguns tratamentos estéticos, caso queira, realmente, que as terríveis ondulações sejam reduzidas.

Portanto, procure emagrecer, melhorar a alimentação, beber muita água, evitar doces e refrigerantes que são fontes do problema, praticar exercícios regularmente, como uma hidroginástica, e além disso tudo, invista em dermocosméticos reconhecidos, e em uma boa massagem anticelulite, que são dicas bem bacanas, com resultados bem eficazes.

Quanto à procedimentos, caso possa investir, a drenagem linfática, a radiofrequência, o ultrassom micro e macrofocado e a aplicação de bioestimuladores são opções bem eficazes e com um rápido resultado.

E é isso, agora é aproveitar as dicas e se preparar para o verão!

4 Dicas certeiras para prevenir varizes

Quer saber o que fazer para prevenir varizes? Então, continue lendo o artigo com 4 dicas bem legais!

Geralmente, as varizes surgem por condição genética (quando se tem casos na família) ou por sedentarismo, sobrepeso, alterações hormonais, gravidez, tabagismo, entre outros.

O fato é que independente da causa, os sintomas acabam se agravando no verão, não é por acaso que cremes para combater as varizes como o Varigold viram sucesso de vendas quando o verão está próximo, afinal ninguém quer ir pra praia com as pernas feias..

Mas, é preciso ter em mente que existem alguns fatores, hábitos simples do dia a dia, que podem contribuir, e muito, para o agravamento do quadro, desde ficar muito tempo sentado até ficar muito tempo de pé…

Nesse sentido, quem tem histórico do problema na família, é fundamental começar a se prevenir desde cedo, evitando, ou adiando ao máximo, o surgimento de varizes e vasinhos, ficando alerta para os maus hábitos.

Ainda tem dúvidas sobre que hábitos começar a mudar? Então, confira abaixo 4 deles para começar a incluir em seu dia a dia e, assim, manter as varizes bem longe.

Invista em uma boa alimentação

Não é de hoje que a ciência já comprovou que os hábitos alimentares de uma pessoa podem ser benéficos ou prejudicar a circulação e, consequentemente, as varizes.

É preciso ter em mente que alimentos ricos em sal, açúcar e gordura causam inflamações e aumento de peso, enfraquecendo a parede dos vasos.

Enquanto alimentos saudáveis, principalmente os abundantes em vitamina C, fibras e ômega 3 podem ser verdadeiros aliados, agindo para “limpar o sangue” e melhorar a circulação.

Por isso, é fundamental investir nos alimentos certos, cuidando sempre do peso, principalmente, do percentual de gordura abdominal, já que isso dificulta a passagem do sangue das pernas de volta para o coração.

Mexa-se

Quem ainda não tem o hábito de se exercitar regularmente, está na hora de começar, principalmente, quem tem predisposição a desenvolver varizes deve evitar ficar parado por muito tempo numa mesma posição, tanto em pé como sentado.

A dica é além de investir em exercícios que estimulam a circulação, como caminhar, subir e descer escadas, nadar etc., procurar movimentar as pernas a cada duas horas, evitando sobrecarregar demais as veias. E vale caminhar por dois minutos ou, até mesmo, fazer um simples exercício de panturrilha (levantar-se nas pontas do pés).

Escolha os calçados certos

Se escolher algum sapato que dificulte sua pisada, ou alto demais, apertado, estreito…pode acabar prejudicando a circulação nas pernas e se isso virar um hábito, vai facilitar o acúmulo de sangue nas pernas e o surgimento de varizes.

Por isso, é preciso ficar atento a numeração, escolher com calma, levando em consideração o conforto. E se mesmo assim, ao fim do dia, continuar com a sensação de cansaço, vale considerar o uso de meias de compressão, que podem ajudar a aliviar o desconforto. Por comprimirem a canela, elas ajudam a diminuir a gravidade para os vasos sanguíneos, facilitando o bombeamento do sangue. Mas, atenção, é preciso consultar um médico antes de adotar meias de compressão, para saber qual é a ideal para o seu caso, do contrário, poderá agravar ainda mais o problema.

Beba muito líquido

Outra dica que parece óbvia, mas que muita gente não segue e que é muito importante, é beber muito líquido para reduzir os inchaços nas pernas. Acredite, se manter sempre hidratado irá ajudar no retorno venoso, diminuindo o cansaço e a sensação de peso dos membros.

Vale lembrar que, muito mais do que uma preocupação estética, as varizes, se não tratadas corretamente, podem aumentar e até progredir, dessa forma, aumentando as chances de adquirir doenças circulatórias mais graves, como trombose, insuficiência venosa profunda, embolia pulmonar, etc.

Próstata Aumentada: Dieta e Remédios

Entre os fatores associados ao aumento da próstata, segundo alguns estudos, há um aumento na cintura, um alto nível de colesterol e pressão alta: é fácil entender o quanto é importante prestar a devida atenção à sua dieta diária. 

A ingestão excessiva de gorduras saturadas, encontrada principalmente em alimentos de origem animal, além de aumentar o risco de doenças cardíacas e outras patologias, também pode contribuir para o aumento da próstata.
Carboidratos refinados e farinhas enriquecidas também seriam evitados, ou pelo menos limitados: é melhor preferir grãos integrais ricos em fibras a produtos como pão, macarrão e lanches produzidos com farinhas refinadas.

O aumento no tamanho da próstata também parece estar relacionado ao consumo de ovos e aves, enquanto sua associação com o consumo de leite, queijo e iogurte ainda é controversa.
Parece então que os açúcares adicionados podem contribuir para o aparecimento de outras doenças da próstata, bem como inúmeras outras doenças: é necessário, portanto, tentar eliminar da sua dieta os elementos que contêm grandes quantidades, como doces, bolos, biscoitos, sorvetes, geleias e em geral, preste atenção aos rótulos dos alimentos embalados.

Alimentos recomendados em caso de aumento da próstata

Existem alguns alimentos que também têm uma função anti-inflamatória na próstata e, portanto, podem ajudar a aliviar os sintomas de um aumento da próstata (mesmo que você ainda não consiga ficar sem a terapia medicamentosa adequada prescrita por um especialista). A dieta no caso da próstata aumentada inclui alimentos ricos em Omega3, como peixe azul, marisco, azeite extra-virgem, cenoura, abóbora, abobrinha, repolho, erva-doce, chicória, nabos, peras e maçãs cozidas e sem açúcar.

Remédios para aumento da próstata

Existem outros elementos aliados da próstata: licopeno, contido em grandes quantidades nos tomates; polifenóis, que são ricos em chá verde; isoflavonas contidas, por exemplo, em soja; o resveratrol, presente nas uvas, e micronutrientes como zinco e selênio, todas substâncias com uma importante ação antioxidante útil para proteger a próstata, mas também para prevenir tumores em geral.

Agora um suplemento natural que vem ganhando força no mercado é o renovaprost que é um suplemento natural para prevenir e tratar doenças relacionadas a próstata, o bom desse produto é que ele não tem contra-indicações e nem efeitos colaterais.

No caso de problemas de próstata, você deve sempre consultar um médico, que prescreverá a terapia mais adequada, mas existem alguns remédios para uma próstata aumentada que podem ser combinados com terapia medicamentosa, sempre sob a orientação do especialista. A nutrição adequada, como já vimos, é o remédio mais útil, mas no caso de uma próstata aumentada, Serenoa repes , uma planta da América do Sul que possui propriedades diuréticas, anti-inflamatórias e sedativas e pode, portanto, aliviar alguns sintomas, também pode ajudar. de distúrbios da próstata.

Dicas para emagrecer comendo pizza

Quer emagrecer mas não consegue abrir mão da pizza? Então, pode se animar, pois tem, sim, como emagrecer comendo pizza, e é o que mostraremos nesse artigo.

Ela é uma paixão mundial…super democrática, permite todo tipo de recheio, combina com todo mundo e com qualquer situação.

E mais, ao contrário do que muita gente pensa,até mesmo quem está de dieta e quer emagrecer pode aproveitar essa delicia, e é exatamente isso que vamos mostrar aqui, como fazer caber a pizza em sua dieta.

Pois é, como foi dito acima, ela permite todo tipo de recheio e é aí que a dieta se encaixa, sabendo escolher o recheio e, até mesmo, uma massa mais light.

Confira abaixo nossas dicas de como saborear pizza sem culpa e sem pesar na balança.

Substitua a massa branca pela integral

Não é novidade alguma que os grãos integrais são muito melhores para a nossa saúde que os refinados. Mas, embora os dois tipos de massa tenham mais ou menos a mesma quantidade de calorias, certamente, a massa feita com farinha 100% integral tem muito mais nutrientes e fibras, contribuindo para o controle do colesterol, além de ajudar a emagrecer, aumentando a sensação de saciedade.

Prefira as carnes magras

Para muitas pessoas é completamente impossível não associar pizza à linguiça, pepperoni, lombinho e presunto. Mas, se quer emagrecer, o melhor a fazer é substituir essas carnes por carnes magras, como o frango desfiado, atum, aliche, peito de peru.

Não exagere no queijo

Vale saber que queijos como a muçarela são muito calóricos, mas se não consegue abri mão do queijo, então, ao menos, não exagere. Se quer emagrecer, evite pizza de quatro queijos, por exemplo, ou que levem catupiry ou cheddar, pois lembre-se que cada acréscimo de queijo significa números a mais na balança… Por isso, pegue leve, tudo é permitido, desde que se mantenha o bom senso.

Leia também: Se você procura um emagrecedor natural, gostaria de te dizer que o sibulmax funciona muito bem para quem deseja emagrecer sem precisar fazer dietas e se matar nos exercícios físicos.

Dê uma chance aos vegetais

Porque não experimentar uma pizza marguerita, abobrinha e até calabresa, mas na linha vegana? Pois é, até o queijo é feito com ingredientes vegetais, reduzindo muito a quantidade de gorduras presentes na pizza.

Aposte no verde

Os vegetais e legumes, além de serem nutritivos e saudáveis, possuem pouquíssimas gorduras e conseguem nos deixar satisfeitos mesmo com baixo teor calórico. Quando escolher a sua pizza, mantenha o coração aberto para novidades, dê uma chance a sabores como pizza de rúcula, escarola, brócolis e alho-poró, acredite, você irá se surpreender, pois, além de serem opções leves, são também bem saborosas!

Enfim, como pode ver, é possível, sim, fazer dieta, emagrecer, sem precisar abrir mão de uma boa pizza. O segredo é apenas não exagerar, fazer boas escolhas e manter a mente aberta para o novo. Com certeza, irá se surpreender!

Plantas medicinais indígenas

Não há um consenso de informações sobre as plantas medicinais. Existem pontos de vista diferentes que resultam de muitos anos de observação e uso das ervas.

Os povos indígenas utilizam as plantas medicinais juntamente com um contexto mais abrangente como palavras “encantadas”, rituais, benzeduras etc.

O conhecimento das plantas passa por sabedorias ancestrais que unem a espiritualidade e a aplicação das ervas.

É muito antigo o uso das plantas entre os povos indígenas que, acredita-se, foram um dos primeiros a explorar esta opção de cura, principalmente para casos de envenenamento, picada de cobras ou unguentos em ferimentos.

As tribos não separam o uso das plantas aos rituais de sabedoria, que geralmente são de conhecimento dos pajés.

As práticas utilizadas vão desde pedidos de proteção até o desmanche de feitiçarias.

O poder das plantas medicinais é associado ao “sopro” do pajé (que é uma prática xamânica), passada de geração em geração.

Este aprendizado, segundo os indígenas, era longo (em média 10 anos) para absorver todos os ensinamentos do “mestre” e exigia um conhecimento profundo das plantas medicinais.

De acordo com a história as primeiras ervas utilizadas pelos índios foram a Kahpi, mais conhecida como ayahuasca, a coca, o tabaco e o paricá. Estas plantas estão imensamente relacionadas com os rituais de cura.

Estas plantas são consideradas vultos mitológicos e são utilizadas para fazer fórmulas que são empregadas em “encantamentos” e cura.

Temos que reconhecer que o conhecimento dos índios sobre plantas medicinais foi muito valioso para nosso avanço no uso de ervas para ajudar a curar doenças ou aliviar os seus sintomas.

O conhecimento indígena sobre plantas medicinais cresceu e várias delas foram reconhecidas como medicamentos distribuídos em grande escala e podem até fazer parte da sua lista de remédios atualmente.

Muitas ervas são utilizadas como matéria prima para o manuseio de medicamentos pelas tribos indígenas, por exemplo:

  • Catuaba: energético indicado para tratamento de insônia, falta de memória, impotência sexual e cansaço físico.
  • Andiroba: Anti-inflamatório e poderoso cicatrizante.
  • Semente de sucupira: energético, combate à febre, artrite, reumatismo, dermatoses e inflamações.
  • Pó de guaraná: estimulante, ativa as funções do cérebro, alivia enxaquecas, combate e previne arteriosclerose, nevralgias, retém hemorragias.
  • Amêndoas de açaizeiro: seu óleo é usado como opção caseira de combater a diarreia. Seu suco é rico em concentração de ferro e alto valor nutritivo, é utilizado para combater casos de desnutrição e anemia.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre as plantas medicinais e como elas podem contribuir para a saúde!